Otávio Rodrigues se despede da Anatel com 553 matérias deliberadas em três anos

Telesíntese-Plantão – Anatel

Miriam Aquino 19 de dezembro de 2018


O conselheiro teve seu nome referendado hoje, 19, pelo Plenário do Senado Federal para o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP)



 


O conselheiro da Anatel Otávio Rodrigues participou hoje, 19, da última reunião do colegiado diretor da agência reguladora e fez um balanço de sua gestão ao longo dos três anos. Hoje, 19, também Rodrigues teve seu nome confirmado pelo plenário do Senado Federal para assumir o  Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Mesmo podendo acumular as funções, ele abriu da vaga na Anatel, para a qual foi indicado em votação relâmpago, pelo Senado,  o advogado Vicente Aquino.


Conforme o balanço apresentado, Rodrigues recebeu  em seu gabinete 572 matérias para deliberação e concluiu 553 processos. Os demais 19 processos ainda estão sob pedidos de novas diligências para as áreas técnicas da Anatel e deverão ser redistribuídos para os demais dirigentes.


Otávio Rodrigues mantinha voto divergente em relação ao atuais conselheiros, alinhado-se, preferencialmente, ao ex-presidente Juarez Quadros no que se referia à análise dos riscos da concessão de telefonia fixa e os bens reversíveis dessa concessão. Ele manifestava posição mais estrita sobre a compreensão dessa questão, defendendo que esses ativos deveriam ser valorados pelo seu valor patrimonial e não pelo seu valor funcional.


 


 

Voltar